Páginas

domingo, 1 de maio de 2016

Para Ti Mãe





Habita em mim parte de ti
Parte do que cresceste no meu eu
Parte do que foste e do que serás
do que me deste e do que me darás.

Habitas nos meus sorrisos e nas minhas lágrimas
No meu medo e nas minhas fráguas
Habitas no sangue que me corre nas veias
E nos sonhos que às vezes permeias.

E no regaço, que um dia foi meu
Perdura o amor que foi sempre teu.

E os afagos que ainda me dás
E os beijos, ainda que distantes
Sufragam um Amor maior que o de antes.

No teu olhar às vezes tão triste
Encontro o amor que a tudo resiste.

MÃE, habita em mim parte de ti
Parte do que foste, do que és por mim.

Fernanda Paixão
01/05/2016