Páginas

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Já Vais Longe meu Amor





Já vais longe meu amor
Já não ouves as palavras que tarde te falei
Já não ouves as ondas dos meus passos no enlace dos teus.
Já não vês os meus olhos que te procuram na linha do horizonte
Já não vês as minhas mãos que as tuas desejam, nem os meus lábios que pelos teus ensejam

Já vais longe meu amor
Os passos que te levaram no alento do tempo
Deixaram-me na entrega cobarde ao pranto que me negou a partida
Já vais longe meu amor
Fica de ti lembrança do que foste, o sonho de um dia aprazado, o aroma doce do verão
Já vais longe e a chuva do inverno triste não tarde a cair
Já vais longe meu Amor

Fernanda Paixão
2012-08-15