Páginas

segunda-feira, 23 de abril de 2012

PADRÕES



Não me prendo nas palavras que,
Soltas, transporto agarradas ao peito!
Não me envolvo nos sentidos,
Nas metáforas ou nas hipérboles!
Não me meço no contexto e
Os padrões ficam aquém
Do alcance do vocábulo que liberto,
Qual papoila vermelha que se agita, porque sim.

By Fernanda Paixão
2011-06-06