Páginas

terça-feira, 13 de março de 2012

Diferente




Sou diferente,
Apesar de apenas, ser gente,
Uma gota a mais na corrente….
Sou diferente e,
Sinto que não te pertenço
Que vivo no teu contrassenso
Que não passo a vida em suspenso.
Sou diferente,
Não partilho o teu pensar
Elevo-me para além do teu mar
Tenho outro respirar.
Sinto que não te caibo na palma da mão
Que não correspondo ao teu padrão,
Que não fingindo aceitação.
Sinto que a ti não sou igual
Não partilhamos a mesma moral
Não existo artificial
Sei que às vezes é estranho
Ouvires a verdade sem acanho
Saberes que não te acompanho.
Sei que sou diferente,
Que meu pensamento é quente
A minha boca imprudente
E eu totalmente transparente.
Sei que não compreendes
Que com a verdade te ofendes
Que vives no mundo que aprendes
Sei que devia mudar
A minha voz abafar
Falar apenas para agradar
Sinto que não pertenço aqui
Que assim me separo de ti
Que me perco por aí
E mesmo rodeada de gente
Às vezes fico ausente
Num caminho divergente
Numa presença dissidente
Mas mesmo sendo diferente
O meu coração é ardente
E sofro como toda a gente.

By Fernanda Paixão
2012-01-22