Páginas

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Queria




Queria partir
Dizer apenas o que esquece na mente
Soltar aquilo que me pulsa no peito
Ver as cores acabadas de nascer
O Raiar da luz no amanhecer
Sentir o cheiro,
A terra molhada
Deixar a minha pele toda enlameada
Os pés descalços nela a percorrer
Pegadas bem firmes sem esvanecer
Queria soltar todas as amarras
Levar-te comigo para o meio das searas
Queria viver da fruta silvestre
Fazer de ti o meu contramestre
Queria banhar-me na água do mar
Deitar-me na areia até acordar
Queria sorrir de pura alegria
Viver cada dia em pura magia
Queria quebrar todas as barreiras
Traspor cada passo além das fronteiras
Queria soltar-me nas asas do vento
Deitar-me a perder no meu pensamento
Queria …

By Fernanda Paixão
06-02-12