Páginas

segunda-feira, 21 de março de 2011

Sou tua


Preencho os silêncios
Com o desafogo da paixão.
Pinto a noite
Com as cores do teu sorriso.
Aqueço as minhas mãos
No calor do teu coração.
Abro a janela …
Invade-me o ar fresco da noite.
Agitam-se as folhas rasgadas caídas no chão,
Sussuram os ramos das árvores e
O doce aroma das flores que dormem rouba-me o respirar
Fecho os olhos
Deixo-me banhar pela luz de prata da feiticeira lua,
Deixo-me beijar pela brisa que flutua,
Deixo-me ir no sonho que deflua,
Deixo-me ir porque sei … sou tua.
Sou tua
Porque me preenches os silêncios sem palavras
Me pintas a noite sem aguarelas nem telas
Me aqueces com o calor do amor
Sou tua
Porque sou livre e na liberdade me prendo
e assim,
 a ti me rendo.


By Fernanda Paixão
17.03.2011