Páginas

sábado, 15 de maio de 2010

Sinto-me




Sinto-me como uma estrela brilhante
Num firmamento distante
Destinada aos olhos de um observador especial!
Sinto-me como um brilho intenso
Como um balançar propenso
Para quem o poder segurar!
Sinto-me como um cofre repleto
De mistérios e afecto
Sem chave para desvendar!
Sinto-me como uma estrela brilhante
Num sentimento ofegante
Visível apenas aos olhos
De um coração Fervilhante
De emoções para dar!


By Fernanda Paixão
10/10/88
Modificado 11/04/2010